HOMEM COM TORNOZELEIRA ELETRÔNICA É FLAGRADO DE MADRUGADA EM RUA DE NIQUELÂNDIA

Niquelândia

09/08/2018 às 18h58

HOMEM COM TORNOZELEIRA ELETRÔNICA É FLAGRADO DE MADRUGADA EM RUA DE NIQUELÂNDIA

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 93 VEZES

Segundo os relatos do boletim de ocorrências, era por volta de 1:40 da madrugada dessa quinta-feira, 09 de agosto de 2018, quando uma equipe da Polícia Militar fazia rondas pela cidade e ao passar pela Avenida Almirante Tamandaré, bairro Santa Efigênia desta cidade visualizou um homem em atitude suspeita. 
 
Diante da suspeita, os policiais realizaram a abordagem de rotina e constatou que o homem é um detento que cumpre pena em regime semiaberto, mas com a instalação das tornozeleiras eletrônicas ele e os demais ficam durante o dia livre, mas a partir das 20:00 horas eles não podem circular pelas ruas, devem se recolher em suas devidas residências. 
 
Diante do exposto, o homem foi identificado como Wellington Rodrigues. O mesmo apresentava sinais visíveis de que havia feito uso de alguma substância química, e apresentava sinais de nervosismo. Wellington não portava nenhum documento pessoal, mas foi identificado por já ter passagem policial e ser conhecido da polícia. 
 
Os policiais fizeram a detenção do mesmo devido ao horário que ele estava na rua, sendo que deveria estar em casa, cumprindo a determinação judicial a qual ele estava desobedecendo. Segundo o Juiz da Comarca de Niquelândia, o indivíduo que cumpre pena em regime semiaberto, fazendo uso de tornozeleira eletrônica não deve frequentar bares, lanchonetes, festas em geral nem ficar na rua até tarde. 
 
Uma vez que sem a tornozeleira ele estaria recolhido no presídio, com ela é praticamente a mesma coisa, porém o individuo fica em casa, mas não pode estar na rua a partir das 20:00 horas, a não ser em caso de trabalho em que o mesmo tem que estar fora de sua casa nesse período, mas se não estiver trabalhando, ao anoitecer ele recolhe aos seus aposentos e só pode sair no outro dia pela manhã.  
 
Devido a isso ele foi recolhido para o presídio local e agora deverá ser levado perante ao Juiz para se explicar o motivo pelo qual ele estava na rua as 1:40 da madrugada. Se a explicação for convincente ele ficará em liberdade novamente, mas se não conseguir convencer o Juiz, volta para o regime fechado até cumprir toda a pena ou até que uma nova decisão o coloquei em liberdade novamente. 
 
Da Polícia Militar
Foto: Imagem ilustrativa

Comentários

Veja também

Facebook

Mais lidas do mês