MAIS DE 40 PROPRIEDADE RURAIS SÃO AUTUADAS POR CRIMES AMBIENTAIS EM GOIÁS

Últimas

28/09/2018 às 15h34

MAIS DE 40 PROPRIEDADE RURAIS SÃO AUTUADAS POR CRIMES AMBIENTAIS EM GOIÁS

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 25 VEZES

Em Goiás, 44 propriedades rurais foram autuadas por crimes ambientais durante a Operação Torneira Cheia. O objetivo da operação, que durou dois meses, era apurar os crimes praticados ao longo da bacia do Rio Meia Ponte.
 
O balanço da operação foi apresentado nesta quinta-feira (27) pelo delegado Luziano Carvalho, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema).
 
De acordo com Luziano, foram aplicados R$ 179 mil em multas. “As autuações foram nos municípios de Itauçu, Inhumas, Goianira, Santo Antônio, Brazabrantes e Goiânia. Entres as irregularidades, nós encontramos represamento ilícito de água, loteamentos irregulares, desmatamento e edificações em área de preservação permanente”, disse.
 
Luziano explica ainda que o foco da operação é garantir o abastecimento público. “Nós encontramos muito desperdício de água e muitas represas ilegais que, nesse período de seca, acabam privando a população de receber água em suas casa”, explicou.
 
Além da Dema, participam da operação, a Secretaria do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos (Secima), o Batalhão Ambiental da Polícia Militar (PM), a Companhia Saneamento de Goiás S.A (Saneago) e o Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO).
 
Do Mais Goiás

Comentários

Veja também

Facebook

Mais lidas do mês